Vítima desembarcou no país vindo da Holanda.

O governo do Suriname anunciou nesta sexta-feira, dia 13, o primeiro caso confirmado do Covid-19. Ashwin Adhin, vice-presidente, foi quem fez o comunicado durante sessão no parlamento. Ele explicou que a vítima é uma pessoa que esteve na Holanda, em Roterdã, no último dia 11 de março.

Após apresentar os sintomas, o paciente foi considerado suspeito e, em seguida, passou por exames que testaram positivo para o vírus. Agora, ele segue sendo observado por um médico em casa. Caso a situação se agrave, uma transferência para a ala de quarentena seja providenciada.

Publicidade

Segundo o vice-presidente do Suriname, o país está preparado para tratar e combater o vírus. Adhin destacou que as todas as medidas cabíveis já foram tomadas para tratar o paciente e, claro, evitar a propagação do Covid-19. Além do Suriname, países como o Brasil, Guiana Francesa e Jamaica já tem casos confirmados.

Embaixada do Brasil emite comunicado

Após a confirmação do primeiro caso do Covid-19 no Suriname, o embaixador do Brasil no país, Laudemar Aguiar, emitiu um comunicado aos brasileiros onde pede atenção máxima às medidas preventivas informadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e Ministério da Saúde: lavar as mãos, evitar tocar o nariz, olhos e bocas com as mãos, evitar aperto de mãos, abraços e beijos. Ainda segundo a nota, o momento não é para pânico.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar