Notícia falsa ganhou força nas redes sociais.

Em pronunciamento oficial nesta sexta-feira, dia 6, os ministros Antoine Elias e Yldiz Polack-Beighle, da Saúde e das Relações Exteriores, desmentiram que a fronteira Suriname-Guiana Francesa esteja fechada. Desde as últimas horas, a informação do possível bloqueio entre os dois países começou a ganhar forças em aplicativos de mensagens e nas redes sociais.

Ainda durante o comunicado, os ministros enfatizaram que apenas o Ministério da Saúde do Suriname é fonte oficial de informações sobre o Covid-19. Os protocolos preventivos seguem sendo adotados e a população também deve colaborar com as medidas usuais de saúde, entre as quais, o uso constante do álcool em gel, lavar as mãos com frequência e tossir distante de outras pessoas.

Publicidade

Na reta final da coletiva de imprensa, Antoine Elias voltou a falar que não existe casos suspeitos, tampoucos, confirmados do vírus no Suriname. “As pessoas não devem ler e compartilhar as notícias falsas sobre o Covid-19. Uma patrulha conjunta (Suriname – Guiana Francesa / França) ocorrerá em breve no rio Marowijne, com o objetivo de monitorar o movimento de pessoas”, concluiu.

Foto: LPM NEWS

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar