Categoria promete ajudar na execução da nova medida, que entrou em vigor nesta sexta-feira.

O Ministério do Comércio, Indústria e Turismo (HI&T) informou aos vendedores do Mercado Central de Paramaribo nesta terça-feira, dia 29, sobre a eliminação do isopor no setor de hospitalidade a partir de 1º de novembro. A novidade foi aprovada pelos representantes do mercado.

John Lecton ainda afirmou que vai cooperar para execução da medida informando aos fornecedores sobre a proibição. “Os vendedores do mercado, em particular os restaurantes, foram informados dessa medida logo no início”, relembra John Lecton.

Vincent Fernandes, vice-diretor interino da diretoria de controle de mercado, durante uma reunião, indicou que houve conversas com produtores e importadores de material de embalagem no período antes da introdução da proibição de uso.

Segundo ele, os fornecedores responderam positivamente à visita dos funcionários de Comércio, Indústria e Turismo. Alguns, inclusive, já compraram materiais de embalagem compostáveis e biodegradáveis. “Esses produtos também podem ser adquiridos no mercado”, completa.

Ainda é permitida a importação e o uso de isopor, que não se destina diretamente ao consumidor. Na semana passada, o ministro Stephen Tsang, do HI&T, juntamente com especialistas do Ministério da Saúde e NIMOS, informou a sociedade sobre a eliminação.

Deixe seu comentário abaixo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui