spot_img
spot_img

Adolescente é atingida por tiro acidental disparado pelo irmão na divisa com a Guiana

Vítima foi identificada como Leida Silva Manduca, de 15 anos. Irmão disse que, ao chegar da pescaria, foi pendurar a espingarda na parede e aconteceu um disparo acidental.

Atualizado há

Uma adolescente de 15 anos, identificada como Leida Silva Manduca, morreu na madrugada deste domingo (20) após ter sido atingida por um tiro acidental disparado pelo irmão, de 19 anos. O caso ocorreu na na Comunidade Indígena Wapun, na divisa com a Guiana.

Também estavam no veículo a testemunha, irmã da vítima, o autor do disparo, de 19 anos, e o pai dele, de 46 anos, que é tuxaua. Ela foi atingida próximo à boca. Questionado, o irmão disse que, ao chegar da pescaria, foi pendurar a espingarda na parede e aconteceu um disparo acidental. A versão foi confirmada pelo pai.

- Publicidade -

Então, os policiais militares fizeram contato com a equipe da Polícia Civil de plantão para acionar o Instituto de Medicina Legal (IML). A arma foi apreendida, e os envolvidos foram conduzidos à Delegacia da Polícia Civil em Bonfim, onde o caso foi apresentado para as providências cabíveis.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App