O Programa de Alimentação Escolar faz parte do projeto de cooperação técnica entre Brasil e Suriname assinado em novembro de 2018.

De acordo com informações do Setor de Cooperação Técnica da Embaixada do Brasil em Paramaribo, o programa tem como objetivo assegurar a melhoria do nível de nutrição saudável de alunos de pré-escolas, ensino fundamental e do segundo grau.

O Setor de Cooperação Técnica da Embaixada do Brasil em Paramaribo, informou que o Ministério da Educação, Ciência e Cultura em colaboração com o Ministério da Saúde do Suriname, escolheu o distrito de Wanica, localizado no nordeste do país, para desenvolver o Programa de Alimentação Escolar no Suriname, uma vez que na área existem muitas crianças e a maioria delas vem de um histórico social e econômico vulnerável (a maioria delas frequenta a escola sem ter um café da manhã ou almoço adequado, ou mesmo nenhum dos dois).

As consequências desta situação é que há um grande número de evasões escolares, absenteísmo frequente devido a doenças, dor de cabeça e alunos que dormem em sala de aula, resultando em baixa concentração e consequentemente baixos resultados escolares. Esta área é majoritariamente habitada por famílias socialmente desfavorecidas e lares monoparentais, deixando as crianças vulneráveis. Além disso, a maioria das famílias e crianças não tem conhecimento sobre estilos de vida saudáveis, incluindo alimentação saudável.

Saiba mais:

Em virtude do acordo bilateral assinado entre o Suriname e o Brasil durante uma visita da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), do Ministério das Relações Exteriores, que se realizou em abril de 2018, foram realizadas discussões de trabalho com o Gabinete da Primeira-Dama, o Ministério da Educação, Ciência e Cultura e o Ministério da Saúde sobre os programas de alimentação escolar no Suriname. Nessa ocasião, a parte surinamesa declarou seu interesse em cooperar com o programa do governo desenvolvido no Brasil.

Como primeira atividade no âmbito do projeto de cooperação técnica entre Brasil e Suriname intitulado “Programa de Alimentação Escolar em Koewarasan, Distrito de Wanica”, uma visita técnica de uma delegação do Suriname esteve em Belém do Pará no período de 25 a 28 de fevereiro composta de cinco profissionais surinameses das instituições do grupo de interesse (Gabinete da Primeira-Dama; Ministério da Educação e Ciência; Ministério da Saúde; Ministério dos Assuntos Sociais e Ministério da Agricultura), para conhecer in loco a gestão do Programa Nacional de Alimentação Escolar do Brasil (PNAE).

O impacto positivo em longo prazo deste projeto aumentará a chance de oportunidades iguais de desenvolvimento para cada cidadão (uma boa distribuição de renda, educação acessível, profissional e acessível, moradia adequada garantida, boa e ótima assistência à saúde presente e disponível).

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar