Não há indícios de suspeitos no país.

Mesmo sem nenhuma suspeita do coronavírus, o Ministério de Saúde do Suriname elaborou um plano de ação com especialistas e fez um alerta para que a população fique atenta a todas as medidas preventivas. Em paralelo, a Organização Mundial de Saúde divulgou detalhes sobre o surto que tem assolado, principalmente, a China.

PUBLICIDADE

O vírus e suas variáveis já foram confirmados também na Coréia do Sul, Tailândia, Japão, Austrália, EUA e, agora, na França. O coronavírus causa sérios problemas pulmonares. Já são mais de 1400 pessoas infectadas e 41 mortes. O Ministério da Saúde explica que este vírus é zoonotico, logo, é transmitido em sua grande maioria por animais, porém, o contato entre humanos também é perigoso.

Devido o alto fluxo de pessoas provenientes da Ásia no Suriname, o governo optou por tomar as medidas preventivas. Se algum suspeito for relatado, ele, imediatamente, passará por todos os protocolos padrões. A comunicação entre todos os órgãos está alinhada, o que inclui as companhias aéreas.

Também inclui o protocolo da OMS o isolamento do paciente, bem como a interrogação do mesmo. A NCCR, a RGD, os hospitais e outros prestadores de serviços médicos também receberam orientações para transporte, recepção e tratamento de casos suspeitos.

Foto: Arquivo LPM News

Deixe seu comentário abaixo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui