KLM — Foto: Luiz Paulo

Um voo de repatriação da KLM, em parceria com a SLM, pousou neste domingo, dia 17, no Suriname, com 264 pessoas. A operação foi considerada um sucesso pelas autoridades dos dois países. Em Paramaribo, todos passageiros foram colocado em quarentena em locais estabelecidos pelo governo.

Desde o começo da pandemia, o governo do Suriname tem repatriado residentes e se responsabilizado desde o transporte, alimentação, acomodação por 14 dias, conforme regulação da Organização Mundial da Saúde (OMS), e parte médica completa, com enfermeiros e médicos.

Publicidade

A aeronave retorna nesta segunda-feira (18) para Amsterdam, na Holanda, com residentes que estavam presos no Suriname. Quem não tinha bilhete, teve opção de adquirir uma passagem por US$ 725.

Foto: Arquivo LPM

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar