Voluntária trabalhava na Libéria quando contraiu o vírus, diz organização. É a primeira pessoa francesa a se infectar com a doença na atual epidemia.

Uma trabalhadora voluntária da organização Médicos sem Fronteiras contraiu o vírus ebola na Libéria, de acordo com uma declaração feita nesta quarta-feira (17) pela organização médica humanitária. A informação é da Reuters.

Publicidade

A voluntária, primeira francesa a contrair a doença na atual epidemia, foi colocada em quarentena nesta terça-feira (16), quando os primeiros sintomas da doença apareceram. Ela será levada para um tratamento especializado na França

Epidemia
Nesta terça, a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que a epidemia de ebola é uma crise “sem paralelos em tempos modernos” e afirmou que é necessário US$ 1 bilhão ou mais para conter a crise que atinge a África Ocidental.

Segundo a agência das Nações Unidas, 2.461 pessoas morreram pela doença e há 4.985 contaminados. De acordo com Bruce Aylward, da OMS, a expectativa inicial é que 20 mil pessoas sejam atingidas pela doença se ocorrer uma resposta rápida para isso. “Essa crise de saúde que estamos enfrentando é incomparável”, afirmou.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: G1

Comentar

Comentar