spot_img
spot_img

VEJA VÍDEO: Médicos na Faixa de Gaza dão entrevista rodeados de mortos após ataque

Guerra Israel x Hamas ganha cada dia novas cenas trágicas

Atualizado há

FAIXA DE GAZA – Seis profissionais da saúde, que se encontravam no Hospital Al-Ahli, localizado no norte de Gaza, convocaram uma entrevista coletiva no meio de um cenário chocante de dezenas de cadáveres de vítimas do recente ataque israelense a suas instalações, que ocorreu nesta terça-feira, 17 de outubro. CLIQUE E VEJA.

As imagens da entrevista coletiva foram amplamente divulgadas em canais de televisão árabes, incluindo a Al Jazeera, do Catar. É importante ressaltar que as cenas são extremamente perturbadoras e mostram corpos, inclusive de menores de idade, sendo assim, não são recomendadas para pessoas sensíveis.

Um dos médicos, durante sua declaração, chamou a atenção para o cenário de tragédia ao seu redor. A câmera aproximou-se para revelar os detalhes impactantes deixados pelo ataque perpetrado pelas Forças de Defesa de Israel (IDF, em inglês).

- Publicidade -

Um dos momentos mais tocantes captados pela câmera mostrou um homem adulto, sobrevivente do ataque, vestindo um boné e uma camiseta azul, sentado diante do púlpito onde estavam os microfones. Em seu colo, um bebê de poucos meses de idade, morto e com uma grande ferida no abdômen.

Ao lado deste sobrevivente, outro mantinha o corpo de uma outra criança que não sobreviveu ao bombardeio. Mahmoud Basal, porta-voz da Defesa Civil Palestina, relatou que ainda não havia informações precisas sobre o número total de mortos e feridos. Ele descreveu o ataque como “sem precedentes na nossa história” e o mais mortal desde o início da ofensiva israelense na Faixa de Gaza em 7 de outubro.

“Testemunhamos tragédias em vários ataques sofridos nos últimos dias e em anos anteriores, mas nada se compara ao que vimos hoje. O que aconteceu esta noite equivale a um genocídio”, lamentou Basal. Este trágico episódio ressalta a urgente necessidade de se buscar soluções pacíficas e uma ação internacional eficaz para evitar a escalada do conflito e proteger a vida e a segurança de civis inocentes na região.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App