Os dados do consórcio de veículos de imprensa desta segunda-feira (1º) mostram que 169.113.500 brasileiros estão totalmente imunizados ao tomar a segunda dose ou a dose única de vacinas. Este número representa 78,72% da população total do país. A dose de reforço foi aplicada em 101.063.59 pessoas, o que corresponde a 47,04% da população.

A população com 3 anos de idade ou mais (ou seja, a população vacinável) que está parcialmente imunizada é de 89,90% e a população com 3 anos ou mais que está totalmente imunizada é de 84,49%.

Publicidade

A dose de reforço foi aplicada em 56,25% da população com 12 anos de idade ou mais, faixa de idade que atualmente pode receber o reforço da vacinação.

No total, 13.400.799 doses foram aplicadas em crianças, que estão parcialmente imunizadas. Este número representa quase 50,71% da população nessa faixa de idade que tomou a primeira dose. Ainda nesta faixa, 8.614.613 estão totalmente imunizadas ao tomar a segunda dose de vacinas, o que corresponde a 32,60% da população deste grupo.

Desde sexta, o consórcio passou a considerar dados de vacinação de crianças de 3 e 4 anos, que começaram a ser vacinadas no Brasil.

  • Total de pessoas que estão totalmente imunizadas (que receberam duas doses ou dose única): 169.113.500 (78,72% da população total e 84,49% da população vacinável*)
  • Total de pessoas que receberam a dose de reforço: 101.063.59 (47% da população total e 56,25% da população vacinável**)
  • Total de pessoas que estão parcialmente imunizadas (que receberam apenas uma das doses necessárias): 179.931.985 (83,76% da população total e 89,9% da população vacinável*)
    *população com 3 anos de idade ou mais
    **população com 12 anos de idade ou mais
  • Total de crianças de 3 a 11 anos que tomaram a primeira dose: 13.400.799 (50,71% da população entre três e 11 anos)
  • Total de crianças de 3 a 11 anos que estão totalmente imunizadas: 8.588.499 (32,5% da população entre três e 11 anos)
  • Total de doses aplicadas: 450.109.075 (87,82% das doses distribuídas para os estados)
  • 19 estados e o DF divulgaram dados novos: PE, RJ, MA, PR, PA, RO, ES, DF, PB, AM, RN, PI, CE, BA, MS, SC, RR, RS, SE, SP
  • 7 estados não divulgaram dados novos: AC, AL, AP, GO, MG, MT, TO

Os estados de SP, RJ, MA, TO e AP não separam os números de terceira e quarta dose. Por esse motivo, os percentuais de reforço podem estar inflados.

Comentar

Comentar