spot_img
spot_img

Um ano depois helicóptero e tripulação da Hi-Jet continuam desaparecidos no Suriname

Atualizado há

No dia 23 de maio de 2015, o piloto Donavan e o mecânico Noy Kertodikromo, desapareceram juntamente com o helicóptero da empresa aérea Hi-Jet.

Era um dia comum de trabalho para os dois tripulantes que tinham a missão de entregar cédulas de votação do governo no distrito de  Sipaliwini, mas momentos depois quando retornavam para a base em Paramaribo, a aeronave e os dois tripulantes desapareceram e o mistério continua até hoje.

Hi-Jet, Helicoptero Suriname
Imagem: Equipe da Hi-Jet montando esquema de buscas pelo Helicóptero.

Quase um ano depois, o mistério ainda permanece e pelo menos duas famílias continuam vivendo entre a esperança e o desespero sobre o destino de seus filhos, pais, irmãos e parceiros. As operações de resgate realizadas até agora, não produziram os resultados desejados e as famílias dos desaparecidos pedem ajuda para desvendar este mistério.

- Publicidade -
piloto da Hi-jet desaparecido com o Helicopetero
Piloto da Hi-Jet desaparecido com o Helicóptero

Na noite do dia 23 de maio de 2016, exatamente um ano depois, será realizada no salão de banquetes do hotel Torarica uma ação beneficente com o objetivo de angariar recursos para continuar as buscas pelos desaparecidos. O slogan da ação beneficente será “Traga Don e Noy para casa”.

O evento contará com a participação de vários artistas surinameses e todo o rendimento da venda dos ingressos será utilizado para compra de alimentos e suprimentos para as equipes de buscas. O valor do ingresso será de SRD 100 e estará disponível no hotel Torarica a partir do dia 18 de maio.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App