O Tribunal de Justiça em Paramaribo admitiu seis novos advogados na última sexta-feira.

Os novos advogados são: Arjun Ramlakhan, Mohamed Boedhoe, Cheryl Djajadi, Rochella Truideman, Marco van Kallen e Harold Djasmadi. Ramlakhan e Boedhoe são da empresa “Kanhai” e os outros quatro advogados são do escritório de advogados, Sewcharan.

O presidente do Tribunal de Justiça, Iwan Rasoelbaks, recomendou que o trabalho dos novos advogados seja usado para resolver disputas legais, tais como a mediação e a arbitragem, porque segundo Rasoelbaks, o tempo de espera já é demasiadamente longo para estes casos.

O Procurador-Geral, Roy Baidjnath Panday, chamou a atenção dos novos advogados para o fato de estarem cientes de que a sociedade será cada vez mais crítica e cada vez mais rigorosa com o advogado.

Na sequência da cerimônia, também falou o reitor da Ordem dos Advogados, Harish Monorath, que levantou uma palavra de agradecimento.

Os novos advogados tem como meta contribuir para melhorar a imagem da profissão, uma vez que muitos na sociedade perderam a confiança nos advogados.

 

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar