spot_img
spot_img

Três chineses que estavam vivendo ilegalmente no Suriname foram presos pela polícia

Atualizado há

Os três chineses que estavam presos por violar a lei de imigração do Suriname foram deportados para o seu país de origem. 

Os chineses ilegais foram descobertos durante uma operação de fiscalização trabalhista realizada em uma loja em Paramaribo.

Os imigrantes asiáticos estavam vivendo no Suriname há mais de um ano e não tinham documento de permanência no país. Os chineses ilegais foram detidos e transferidos para a delegacia da polícia de imigração onde ficaram detidos até serem deportados no dia 22 de março.

- Publicidade -

A permanência de trabalhadores chineses ilegais tem levado ao debate sobre o direito das empresas chinesas de trazerem seus próprios trabalhadores para o país, possivelmente tirando empregos de alguns surinameses. As estimativas sobre os chineses que vivem no Suriname variam, mas a embaixada da China diz que eles são cerca de 40 mil, ou 10% da população do país, incluindo legais e ilegais.

A comunidade chinesa no Suriname tem dois jornais e uma emissora de TV que transmite programas em mandarim e a recente onda de imigração chinesa tem sido mais notável, em parte porque muitos dos recém-chegados estão envolvidos com o comércio, em contraste com os brasileiros, outro grupo imigrante de rápido crescimento no Suriname, que trabalham principalmente em minas de ouro no interior do país.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App