spot_img
spot_img

Todo mundo morreu após submarino implodir, afirmam autoridades americanas

Pouco antes da entrevista coletiva da Guarda Costeira, a OceanGate, a empresa do submarino, afirmou em um comunicado que todos os passageiros tinham morrido.

Atualizado há

Um navio da marinha dos Estados Unidos detectou o som da implosão do submarino da OceanGate dias atrás, de acordo com o jornal “The Wall Street Journal”, nesta quinta-feira (22). O barulho foi captado pelo sistema de acústica da embarcação poucas horas após o submarino mergulhar no Atlântico Norte no domingo (18).

“A Marinha dos EUA conduziu uma análise de dados acústicos e detectou uma anomalia consistente com uma implosão ou explosão nas proximidades de onde o submersível Titan estava operando quando as comunicações foram perdidas”, disse um oficial da marinha dos EUA ao jornal.

“Embora não sejam definitivas, essas informações foram imediatamente compartilhadas com o Comandante do Incidente para auxiliar na missão de busca e resgate em andamento”, afirmou o oficial.

- Publicidade -

As autoridades comunicaram nesta quinta que os cinco tripulantes do submersível morreram após o veículo implodir. O destino do submarino era ir até os destroços do Titanic, a quase 4 mil metros de profundidade em uma expedição turística. As investigações para explicar os motivos do incidente continuam.

Nesta quinta, a Guarda Costeira dos EUA afirmou que a implosão deve ter gerado um som forte, mas que esse barulho não foi captado pelos navios e sonares que participavam da operação de resgate. Isso sugere que a implosão ocorreu antes do começo da operação. Os ruídos que foram captados pelas equipes de buscas nos últimos dias aparentemente não tinham nenhuma relação com o submersível.

Foram encontrados um cone que ia na frente do submarino, além de um pedaço da parte da frente e outro da parte de trás da cabine de pressão. As peças foram encontradas a cerca de 500 metros dos destroços do Titanic e estavam a uma profundidade de cerca de 4.000 metros.

Não se sabe ainda se haverá uma busca pelos corpos. O local é muito inóspito, segundo as autoridades.

Anúncio da morte

Pouco antes da entrevista coletiva da Guarda Costeira, a OceanGate, a empresa do submarino, afirmou em um comunicado que todos os passageiros tinham morrido.

As vítimas são:

  • o diretor-executivo da OceanGate, Stockton Rush, piloto do submarino;
  • o empresário paquistanês Shahzada Dawood;
  • Suleman Dawood, que é filho de Shahzada;
  • o bilionário e explorador britânico Hamish Harding;
  • e o ex-comandante da Marinha Francesa Paul-Henry Nargeolet, principal especialista no naufrágio do Titanic.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App