Na coletiva de imprensa desta sexta-feira, em Belo Horizonte, Jorge Sampaoli explicou que não manterá uma marcação individual em Neymar na partida das oitavas de final do sábado, mas que sua equipe está orientada para tentar diminuir o espaço do atacante brasileiro quando ele estiver com a bola.

O técnico do Chile citou a velocidade do jogador e disse que seu time precisará se manter sempre muito atento para evitar as jogadas rápidas por dentro da defesa.
“Nós ficaremos muito próximos do Neymar quando ele estiver com a bola. É uma percepção coletiva, que nos permite marcar um jogador que tem muitas virtudes. Respeito muito essas características. Teremos muito cuidado e guardar todos os movimentos para tentar marcá-lo”, afirmou.
Sampaoli também analisou o atual estilo da seleção brasileira, que em sua opinião, é um pouco diferente do histórico da equipe, e voltou a elogiar Neymar, o colocando como um dos destaques do Mundial até o momento.
“Acredito que é um jogo muito direto, velocidade de transição. Que recupera a bola rápido, forte defensivamente. Melhores jogadores do mundo, que tem o Neymar, que é diferenciado e faz um grande Mundial. Tem uma relação com os fatores complicadores que vamos ter que ver isso. Assim como a Espanha, precisamos neutralizar uma das melhores equipes do mundo.”
Com isso em mente, ele afirmou que espera um jogo estudado no Mineirão e com muitos contragolpes nos momentos de roubadas de bola.
“Acredito que será um jogo um pouco mais lento, tendo em vista o que o Brasil propõe. É diferente do que estamos acostumados a ver. Eles vão tentar aproveitar os espaços num jogo muito mais diretos do que estamos acostumados. Transições muito rápidas, passes dos meios para os pontas. Temos que tomar muito cuidado na perda da bola. Grande capacidade e velocidade.”
Deixe seu comentário abaixo.
Fonte: Uol

Comentar

Comentar