Oncologista de 74 anos já ocupou cargo entre 2005 e 2010. Jornal destaca Vázquez como presidente mais votado dos últimos 70 anos.

 

Publicidade

O candidato esquerdista e ex-presidente Tabaré Vázquez foi eleito, neste domingo (30), o sucessor de José Mujica no Uruguai. Vásquez venceu Luis Lacalle Pou, candidato de centro-direita, no segundo turno das eleições presidenciais no país. O novo mandato começa em 1° de março de 2015.

De acordo com o jornal “El Observador”, Vázquez é o presidente mais votado dos últimos 70 anos, considerando os votos válidos. Com a vitória, este será o terceiro mandato consecutivo da Frente Ampla no país.

Segundo a agência de notícias EFE, com 71,7% do total de seções apuradas, Vázquez somava 851.294 votos (cerca de 53%) contra 683.689 (em torno de 42%) do candidato do Partido Nacional, Luis Lacalle Pou. A agência cita números da Corte Eleitoral do Uruguai. Tabaré Vázquez, socialista e oncologista de 74 anos, já foi presidente do Uruguai entre 2005 e 2010.

Ao saber do resultado das eleições, de acordo com a EFE, Vázquez assinalou o “orgulho” que sente com “a mostra de amor pela democracia, pelo respeito e pela tolerância” com que o país viveu a jornada, “independentemente da cor política de cada um”. “Vamos cumprir até a última vírgula do programa do Frente Ampla. Dentro da Constituição e da lei tudo; fora, nada”, afirmou.

Vázquez se comprometeu com a multidão fazer “o máximo esforço possível” para “não decepcionar” e a “trabalhar a cada dia” para “que os uruguaios vivam cada vez melhor”.

O candidato de centro-direita Luis Lacalle Pou reconheceu a vitória do esquerdista e ex-presidente Tabaré Vázquez. “Há poucos minutos liguei para o dr. Tabaré Vázquez para felicitá-lo por ter triunfado legitimamente nestas eleições”, declarou Lacalle Pou em seu comitê de campanha.

Repercussão
Pouco após a confirmação do resultado, a presidente argentina Cristina Kirchner conversou por telefone com Vázquez e o felicitou pela vitória. O presidente eleito reafirmou o desejo de uma visita à Argentina e a intenção de estar presente na inauguração da nova sede da União de Nações Sul-Americanas (Unasur), no Equador, em dezembro, cujo prédio levará o nome de Néstor Kirchner.

O Governo do México também parabenizou Vázquez pelo resultado. “O México expressa sua satisfação com a realização de uma jornada eleitoral pacífica, democrática e exemplar, e reitera o desejo de continuar a excelente relação de amizade e cooperação que historicamente uniram ambos os países”, assinalou a Secretaria de Relações Exteriores em comunicado, segundo a EFE.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte:  G1

Comentar

Comentar