Homem golpeia o ex-companheiro da mulher com chave de fenda. — Foto: LMP News

Hong F., de 29 anos, indiciado e preso pela polícia como traficante de pessoas e aliciador de estrangeiros ilegais foi solto hoje a pedido de sua advogada Maureen Nibte.

O homem foi preso no dia 26 de janeiro durante uma batida em um endereço no norte de Paramaribo por membros do Departamento de Tráfico de Pessoas (TIP), auxiliados pela Equipe de Detenção (AT) da polícia. Durante a ação, quatro mulheres dominicanas foram encontradas na casa. Uma das mulheres é companheira do suspeito. Após a prisão de Hong, sua família contratou a advogada Nibte, que apresentou um pedido de soltura baseado na seção 54A. 

Publicidade

Segundo o advogado, Hong nega veementemente a acusação. O suspeito disse à polícia que havia colocado as mulheres em um apartamento pois elas não tinham onde ficar. Ele pagou o aluguel por elas, a pedido de sua parceira, porque elas eram amigas.

“As três estavam completamente livres para sair e não havia nenhum tráfico de pessoas”, explicou o advogado. Com base nas declarações das mulheres estrangeiras, na negação do suspeito e no pedido do advogado, Hong foi liberado na segunda-feira.

Vale lembrar que a polícia do Suriname anunciou, em comunicado oficial à imprensa, que o homem admitiu ganhar dinheiro com a exploração sexual de estrangeiros, em interrogatório.

Comentar

Comentar