spot_img
spot_img

Suriname toma medidas para prevenir surto de febre amarela

Atualizado há

O Instituto de Saúde Pública do Suriname (BOG) anunciou que está tomando medidas de prevenção para evitar a proliferação do mosquito transmissor da febre amarela.

As medidas foram anunciadas pela autoridades de saúde depois que um holandês que visitou o Suriname no mês de fevereiro foi diagnosticado com a doença ao retornar para a Holanda.

Nesta segunda-feira, 13 de março, o Ministério da Saúde do Suriname através de um comunicado de imprensa informou que o Suriname não está tendo um surto de febre amarela e que o caso do holandês infectado aqui é “um caso isolado”.

- Publicidade -

O Ministério da Saúde informa ainda que todos os turistas recebem orientação para que recebam a vacina contra febre amarela antes de entrarem no país.  Na sequência ao relatório do Regulamento Sanitário Internacional, o Plano de Procedimentos Operacionais foi imediatamente colocado em prática.  O Instituto de Saúde Pública (BOG) foi investigar as circunstâncias da contaminação e as medidas de proteção acordadas com a OPAS, a Missão Médica e o Serviço Regional de Saúde já estão sendo adotadas para evitar o aparecimento de outros casos de febre amarela como o controle e monitoração de locais de reprodução do mosquito transmissor da febre amarela.

De acordo com as ações do Ministério da Saúde do Suriname, o risco de propagação do vírus da febre amarela no país é considerado uma impossibilidade.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App