O empréstimo será usado para cobrir despesas, melhorar a sustentabilidade e fortalecer investimentos públicos.

“O Suriname começa a aumentar sua receita com este empréstimo no valor de US $ 40 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (IDB) a fim de reduzir o défice orçamental e melhorar a sustentabilidade fiscal de médio prazo”, informou o Ministério das Finanças por meio de um comunicado de imprensa na sexta-feira, 30 de junho.

Publicidade
O empréstimo visa fortalecer os esforços do país para equilibrar seu apoio ao orçamento. O governo surinamês enfrenta crescente gastos e redução nas receitas fiscais devido o declínio nos preços das commodities e o encerramento da indústria de bauxita no país.
O governo está trabalhando para implementar um programa de ajuste fiscal que visa reduzir o déficit orçamentário do país para 2,5% do produto interno bruto (PIB) em 2018. No ano passado o défice orçamental foi de 5,7%. “Desde 2011, o IDB trabalha em estreita colaboração com o Suriname para implementar reformas, a fim de desenvolver as ferramentas e o enquadramento necessário para atualizar as despesas públicas que formam a base para esta nova operação de investimento”, disse Gerardo Reyes, líder de equipe do projeto do IDB.
O empréstimo será pago em um período de 25 anos, com período de carência de cinco anos e a taxa de juros acordada está baseada nos padrões internacionais que os bancos cobram entre si para empréstimos.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar