spot_img
spot_img

SURINAME: Madrasta passa remédio na cabeça de enteadas e crianças morrem

Polícia desconfia do caso e abriu procedimento para investigar as mortes

Atualizado há

Uma trágica ocorrência abalou a comunidade de Paramaribo, no Suriname, no último domingo, quando duas crianças, identificadas como IZ, de apenas 3 anos, e MB, de 6 anos, foram encontradas sem vida devido à inalação de uma toxina. A Polícia divulgou informações sobre o caso, que está sob investigação.

De acordo com a equipe médica do Hospital Acadêmico de Paramaribo, os policiais de Munder receberam uma denúncia sobre o fato de que duas crianças foram levadas ao hospital após entrarem em contato com uma substância tóxica e chegaram ao local já sem vida.

No momento do ocorrido, os agentes se deslocaram para o serviço de urgência do hospital, onde encontraram uma mulher identificada como AH, de 37 anos, que afirmou ser a madrasta das crianças. Segundo o relato da mulher, ela teria aplicado um produto na cabeça das crianças para combater piolhos. Porém, em algum momento, as crianças desmaiaram ao inalarem o cheiro da substância, e a menina, MB, caiu de bruços no chão, causando uma rachadura na testa.

- Publicidade -

Preocupada, a madrasta levou imediatamente as crianças para o pronto-socorro em busca de atendimento médico. No entanto, ao chegarem ao hospital, o médico constatou que ambas as crianças já haviam falecido. A madrasta foi detida pela polícia para interrogatório e será submetida a julgamento após os procedimentos iniciais.

As circunstâncias que envolvem a tragédia ainda estão sendo investigadas pelas autoridades, e os corpos das duas crianças foram apreendidos para realização de necropsia, conforme ordenado pelo Ministério Público.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App