No dia Internacional contra o trabalho infantil o Suriname reafirmou seu compromisso contra a exploração econômica das crianças.

De acordo com o artigo 32 (proteção contra o trabalho infantil), da presente Convenção, o direito da criança à proteção contra a exploração econômica e do trabalho diz que o trabalho infantil é prejudicial a criança porque dificulta  o desenvolvimento, a educação e a saúde infantil.

Publicidade

No Suriname, o trabalho infantil existe em diferentes formas, basta pensar nas crianças que vendem nas ruas e também há crianças no interior que trabalham no setor de mineração. No entanto, dois fatores desempenham um papel importante na eliminação do trabalho infantil, incluindo a educação e o combate à pobreza. No Suriname, a escolaridade é obrigatória até os 12 anos e a idade para o menor começar a trabalhar é a partir dos 16 anos de idade e a partir do ano letivo de 2012/2013 a taxa de inscrição para as escolas básicas serão abolidas em todo o país.

A Educação Obrigatória está incluída como um artigo no projeto de lei da educação primária e está garantida na Assembleia Nacional (DNA), mas estes termos ainda serão debatidos no parlamento do Suriname.

Deixe seu comentário abaixo.

 

Comentar

Comentar