A agência de classificação de crédito Fitch Ratings reduziu ainda mais a qualidade de crédito da dívida externa de longo prazo do Suriname de ‘C’ para ‘RD’. O país, portanto, em crédito de curto prazo em moeda estrangeira, está classificado em “C”.

De acordo com essa classificação, Suriname não está mais habilitado a pagar suas dívidas em moeda estrangeira. A redução da dívida externa de longo prazo do Suriname para ‘RD’ reflete o não pagamento de US$ 49,8 milhões do serviço da dívida externa reescalonado nas notas de 2023 e 2026.

Publicidade

Outro pagamento de juros semestrais de US$ 25,4 milhões vence em 26 de abril sobre as notas de 2026. No total, US$ 75,3 milhões do serviço da dívida total dos títulos globais do Suriname serão vencidos nos próximos 30 dias. O governo negocia com os credores uma reestruturação de seus títulos.

No pedido de consentimento do governo do Suriname, emitido em 17 de março, o terceiro desde junho de 2020, os detentores de notas destacaram as preocupações que haviam limitado o progresso nas negociações e, em 31 de março, o governo do Suriname prorrogou o prazo.

 

Comentar

Comentar