Centrale Bank van Suriname — Foto: Luiz Paulo

O uso do dinheiro em espécie aumentou consideravelmente nos últimos meses e isso tem preocupado os bancos no Suriname. Segundo as autoridades financeiras do governo, é importante que a população compreenda e utilize os meios digitais para a realização das transações.

“Esses métodos de pagamento sem dinheiro são seguros e mais claros. Infelizmente, ainda não se faz uso suficiente desta forma”, informou, em nota o Banco Central do Suriname. A instituição ainda lembrou que as transações de pagamento foram interrompidas desde o início da pandemia da Covid-19.

Publicidade

Diante deste cenário, as autoridades monetárias decidiram estudar, em conjunto com os bancos, alternativas para amenizar um possível colapso com a escassez de SRD. Uma comissão foi instalada com representantes do governo e da sociedade civil organizada, informou o CBvS para contornar a situação.

O objetivo da comissão é, também, identificar as causas da estagnação do ciclo do tesouro e aconselhar o relançamento com vista a otimizar o sistema de pagamentos. O comitê vai propor modelos de solução para melhorar o ciclo de caixa e, consequentemente, a plataforma.

Comentar

Comentar