spot_img
spot_img

Suriname assinou acordo climático da ONU em Nova York

Atualizado há

A ministra das Relações Exteriores do Suriname, Niermala Badrising, participou em nome da República do Suriname, da Convenção do Clima da ONU realizada em Nova York na última sexta-feira.

A ministra Badrising e mais representantes de 175 países, incluindo o Brasil, assinaram o acordo climático iniciado em Paris no ano passado.

O próximo passo importante agora é garantir que o acordo seja cumprido em uma ação global para reduzir o impacto sobre as alterações climáticas o mais rapidamente possível”, disse o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon. “Hoje é um dia histórico”, disse o chefe da ONU na sexta-feira durante uma conferência de imprensa após a cerimônia de assinatura.

- Publicidade -

“Este é, de longe, o maior número de países que já assinaram um acordo internacional no mesmo dia”, disse Ban Ki-moon. A participação de tantos países e a presença de tantos líderes, de acordo com ele, sem dúvida é uma prova de que a comunidade internacional está determinada a tomar medidas contra as alterações climáticas. Ban Ki-moon também ficou muito satisfeito com a forte representação de grupos empresariais e da sociedade civil na assinatura. “Estes grupos são cruciais para realizar os objetivos do Acordo de Paris”, disse o secretário-geral da ONU.

O objetivo principal é manter o aumento da temperatura global abaixo de 2 graus Celsius, mas o objetivo final é de 1,5 graus Celsius. A Convenção entrará em vigor depois de 30 dias em pelo menos 55 países, representando 55 por cento das emissões globais de gases de efeito estufa.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App