spot_img
spot_img

Suriname adota medidas de combate ao Zika vírus

Atualizado há

O Suriname adaptou a sua estratégia de combate ao vírus Zika de acordo com as recomendações internacionais. 

A ênfase está na prevenção de possíveis complicações após a gravidez.

No nordeste do Brasil a propagação do vírus Zika está associado com o aumento do número de casos de micro-cefalia e sintomas neurológicos em crianças no momento do nascimento.

- Publicidade -

Investigações preliminares mostram que há uma conexão entre a mãe que foi infectada nos primeiros três meses de gravidez com o vírus Zika e o aumento da chance de uma criança nascer com a doença.

A relação entre a infecção com o vírus Zika e o desenvolvimento de anormalidades nervosas temporárias é motivo de investigação internacional e o Ministério da Saúde do Suriname informou que vai divulgar mais informações sobre esta doença e também está orientando a população para ajudar no combate ao mosquito que transmite a doença, mantendo um ambiente limpo e protegido, especialmente durante o dia para evitar a proliferação do mosquito.

Dados internacionais revelam o que o vírus se espalhou por toda a America do Sul,  América Central e Caribe e os últimos relatórios apontam que o vírus já chegou nos territórios franceses como Guiana Francesa e Martinica.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App