spot_img
spot_img

Site diz que vida do ex-piloto Michael Schumacher está por um fio

Atualizado há

Em coma há mais de dois anos, heptacampeão de F-1 estaria perdendo a batalha pela vida.

A vida do heptacampeão de Fórmula 1 Michael Schumacher está por um fio. Pelo menos é isso informou nesta sexta-feira (6) o site Newseveryday.com. Segundo a publicação, o estado de saúde do alemão piorou de forma drástica e apenas um milagre o manterá vivo. Em fevereiro deste ano, Sabine Kehm, porta-voz de Schumacher, afirmou que não há nada que possa ser feito a não ser esperar.

A mulher de Schumacher, Corrina, e os dois filhos do casal, Mick e Gina, tentam levar uma vida normal apesar da tragédia. Recentemente, apareceram em público na inauguração de uma exposição dedicada ao heptacampeão de Fórmula 1, em Marburg, na Alemanha.

- Publicidade -

A amostra, que terá duração de dois anos, tem como tema os momentos de Schumacher na principal categoria do automobilismo, na qual ganhou nada menos que sete títulos mundiais.

O evento é organizado por um dos antigos patrocinadores do alemão e conta com carros usados por Schumi e objetos pessoais que nunca haviam sido mostrados ao público.

Enquanto está em coma, Schumacher não ficou mais pobre mesmo com os custos altíssimos do tratamento. Depois do acidente, o alemão e a família ainda mantêm a fortuna de 700 milhões de euros (cerca de R$ 3 bilhões) que tinham em 2013, segundo a revista suíça Bilanz, e estão na segunda posição entre os mais ricos da F-1, atrás apenas de Bernie Ecclestone (R$ 12,32 bilhões).

O número impressiona já que a família do piloto vem gastando uma verdadeira fortuna desde o acidente. A recuperação de Schumacher continua sendo bastante custosa para os parentes do heptacampeão mundial de Fórmula 1. De acordo com o jornal britânico Mirror, os gastos com Schumi atingiram 10 milhões de libras (quase R$ 60 milhões) no fim do ano passado

Em dezembro de 2015, completou-se dois anos do trágico acidente de esqui que mudou a vida de Schumacher.

Atualmente, o heptacampeão recupera-se na própria casa, na Suíça, da queda sofrida na estação de Méribel, na França.

No último dia 8 de outubro, completou-se 15 anos da conquista do terceiro título mundial de Schumi na Fórmula 1, o primeiro com a escuderia Ferrari.

Atualmente, no entanto, a alegria mostrada no rosto do piloto não existe mais.

O campeão, na foto acima carregado por Jean Todt, à época chefão da Ferrari, após vencer o GP de Suzuka e garantir o caneco, vive um verdadeiro drama na luta contra a morte depois de se acidentar em uma pista de esqui em 2013. Relembre a seguir a batalha do alemão.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: R7

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App