Revista Autosprint deu novas informações sobre o estado de saúde do ídolo alemão.

Michael chora quando ouve a voz das crianças ou de Corinna. Ele mostra que sente emoções e que o seu cérebro funciona. Sua única maneira de externar emoção e mostrar que está vivo, mesmo prisioneiro de um corpo agora imobilizado.

Publicidade

Um mês após completar 46 anos, o heptacampeão Michael Schumacher continua sua luta pela vida. A revista italiana Autosprint informou em sua última edição que, apesar de continuar imobilizado, deu mostras de que seu cérebro continua vivo e ativo.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: R7

 

Comentar

Comentar