Foto: CDS

O presidente Chan Santokhi disse que o Fundo Monetário Internacional (FMI) concordou com o pedido de seu governo para renegociar seu contrato de empréstimo existente com a instituição financeira, que tem sede em Washington, nos Estados Unidos.

Em dezembro do ano passado, o FMI anunciou que havia aprovado um novo acordo de 36 meses no âmbito do Extended Fund Facility (RFF) para o Suriname – estimado em US$ 688 milhões.

“Conversamos com o FMI e o BID [Banco Interamericano de Desenvolvimento]. Dissemos a eles que o programa está nos prejudicando, que o socorro precisa vir. E eles concordam”, disse Santokhi.

“Eu mal tinha falado por 10 minutos e o diretor do FMI disse ‘Sim, vamos ajustar nosso programa; vamos ter mais políticas voltadas para as pessoas, combater a pobreza, liberar mais dinheiro.'”, disse ele na cerimônia.

Comentar

Comentar