Foto: PREFEITURA DE MARIUPOL

Um ataque russo atingiu um hospital infantil e maternidade neste quarta-feira (9), de acordo com a Câmara Municipal da cidade de Mariupol, na Ucrânia.

Havia um acordo para um cessar-fogo nesta quarta-feira, que deveria servir para que civis pudesse ser retirados da cidade. Mariupol está cercada por tropas russas há dias.

Publicidade

A informação foi publicada em um texto em uma rede social: “As forças de ocupação russas jogaram várias bombas no hospital infantil. A destruição é colossal”. Foram contabilizados, ao menos, 17 feridos.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, tuitou imagens que, segundo ele, são relacionadas ao incidente. “Atrocidade! Por quanto tempo mais o mundo será cúmplice ao ignorar o terror”, disse ele.

“No ataque morreram 17 pessoas, entre elas, mulheres que já estavam em trabalho de parto”, afirmou Pavlo Kyrylenko, governador da região onde fica a cidade.

O Ministério de Relações Exteriores da Ucrânia divulgou um vídeo que mostra imagens que parecem ser de um hospital atingido com o seguinte texto: “Hoje a Rússia bombardeou um hospital infantil e maternidade em Mariupol”.

A Ucrânia já havia acusado a Rússia de haver quebrado o cessar-fogo para impedir a retirada de civis que estavam sem saída em Mariupol. A Cruz Vermelha descreveu a situação na cidade como apocalíptica. Mariupol está cercada por forças russas há dias.

Comentar

Comentar