Após reunião com Dilma, presidente da Rússia apontou ‘alto nível’ da Copa. Rússia será sede do Mundial de 2018; Olimpíada de 2016 será no Rio.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou nesta segunda-feira (14), após reunião com a presidente Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto, que vai trocar informações com o Brasil sobre a organização da Copa do Mundo e da Olimpíada.

Publicidade

A Rússia vai sediar o próximo mundial de futebol, em 2018. Putin elogiou o “alto nível” da Copa deste ano e ofereceu cooperação na preparação para a Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro.

“Sabemos o quão alto foi o nível da organização da Copa do Mundo do Brasil. Foram necessários esforços financeiros e de organização e seremos os anfitriões em 2018. Ao mesmo tempo, o Brasil vai ser o centro dos Jogos Olímpicos, em 2016. Nós, como sabem, realizamos os últimos Jogos de Inverno, e vamos cooperar também na troca de experiências nessa matéria”, disse.

Em declaração conjunta à imprensa, o presidente da Rússia também comentou que conversou com Dilma sobre “problemas internacionais-chave”. Ele defendeu ações para reforçar o Brics (grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) e uma cooperação maior com o “mercado latino-americano”.

“As negociações mantidas com a presidente Dilma foram de grande conteúdo e agradecemos o convite. Comentamos as áreas principais da cooperação russo-brasileira e problemas regionais. Assinamos um grande pacote de acordos institucionais e comerciais que estimulam nossa cooperação. O Brasil é nosso maior parceiro na América Latina”, afirmou.

A reunião entre Dilma e Putin em Brasília teve como objetivo, entre outros pontos, ampliar o fluxo comercial entre os dois países dos atuais US$ 5,6 bilhões anuais para US$ US$ 10 bilhões. Para tanto, foi assinado entre os dois países um plano de cooperação econômico-comercial, com iniciativas na área de comércio.

Putin está no Brasil para participar da VI Cúpula do Brics (grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), que irá ocorrer em Fortaleza (CE) e Brasília (DF) durante esta semana.

O calendário da Cúpula do Brics começa nesta segunda, na capital cearense, com reuniões entre ministros da Fazenda, presidentes dos bancos centrais, dos bancos de desenvolvimento e empresários dos países que compõem o grupo.

Nesta terça (15), os presidentes dos países do bloco se reunirão, também em Fortaleza. A programação inclui sessão privada de trabalho, foto oficial, almoço entre os chefes de Estado e de governo, assinatura de atos e reunião plenária de líderes.

Ao chegar ao Planalto, Putin e Dilma se posicionaram na rampa principal do palácio, de frente para a Praça dos Três Poderes, onde acompanharam a execução dos hinos da Rússia e do Brasil, pelo Batalhão da Guarda Presidencial.

Após os cumprimentos, Dilma e o presidente russo seguiram para reunião fechada. Segundo programação oficial, haverá reunião ampliada – com a participação de ministros e comitivas – e, após, declaração à imprensa sobre o encontro. Dilma e Putin viajam ainda nesta segunda para Fortaleza.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: G1

Comentar

Comentar