Míssil hipersônico Avangard ultrapassa em 20 vezes a velocidade do som e manobra em camadas superiores da atmosfera.

Ministério da Defesa da Rússia anunciou nesta quinta-feira (19) o início da produção em série do míssil hipersônico Avangard, capaz de contornar, segundo seus criadores, qualquer sistema de defesa antimíssil.

Publicidade

“Concluímos o desenvolvimento do sistema de mísseis Avangard, dotado de um elemento concetualmente novo: uma ogiva planadora. Já foi colocada em andamento sua produção em série”, afirma a nota do ministério.

A ogiva com a qual o novo míssil está equipada pode, ao contrário das tradicionais que seguem uma trajetória balística, manobrar em altas velocidades as camadas superiores da atmosfera.

As caraterísticas do Avangard permitem “superar qualquer meio de defesa antimíssil”, afirmou à imprensa o major-general Sergei Poroskun, chefe adjunto de armamento das Forças de Mísseis Estratégicos da Rússia.

Ele acrescentou que a ogiva alada do novo míssil “é capaz de voar a uma velocidade hipersônica, manobrando de maneira controlada lateralmente e em altura, o que garante sua invulnerabilidade”.

Segundo o ministério russo, o Avangard alcança velocidades superiores a Mach 20 (equivalente a vinte vezes a velocidade do som).

Comentar

Comentar