A combinação do partido V7 recebeu um duro golpe nestas eleições.

Os eleitores rejeitaram nas urnas a combinação do V7. Afirmou Ronny Asabina, que não retornará à Assembleia Nacional, nesta quarta-feira, 27 de maio.

Publicidade

Asabina era o líder do V7 / BEP em Brokopondo e acredita que todas as emoções dão lugar a uma abordagem sóbria e objetiva para essa rejeição. Em sua análise , o NPS e o BEP foram os mais atingidos. O BEP caiu de quatro para dois e o NPS de quatro para três, com base nos resultados preliminares.

O Pertjajah Luhur manteve-se estável e apenas o VHP tem crescido em número de assentos, disse Asabina. “A democracia não é nada, mas a vontade do povo  me surpreendeu em tudo, eu sou bom no que diz respeito a democrata, mas não na vontade dos eleitores.   Espero que as pessoas mais cedo ou mais tarde, possam reconhecer  que  fizeram a escolha errada. Por agora, o resultado deve ser respeitado.” Asabina já  fez o balanço onde o V7 cometeu erros. No entanto, ele primeiro quer aguardar a avaliação no âmbito da combinação, antes que de mostrar o seu ponto de vista.

No portal de notícias LPM NEWS você fica sempre atualizado sobre as principais informações das eleições 2015 no Suriname.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar