spot_img
spot_img

Ronda Rousey revela ter pensado em suicídio após derrota para Holly Holm

Atualizado há

Norte-americana foi arrasada pela compatriota, em novembro de 2015, e perdeu cinturão do UFC.

Ronda Rousey nunca escondeu de ninguém que não gosta de perder. No entanto, a competitividade da lutadora vai muito além do que ela mostra nos octógonos. Em entrevista ao programa The Ellen Degeneres Show, Ronda revelou que pensou em se matar depois de perder o duelo contra a compatriota Holly Holm, em novembro de 2015.

“Eu estava ali sentada e pensando em me matar e, naquele exato segundo, eu pensava: ‘Eu não sou nada, não tenho talento nenhum além desse e ninguém liga para o que faço sem o cinturão”, disse ela.

- Publicidade -

A atleta, porém, afirmou que o desejo de ser mãe a manteve viva. “Para ser honesta, eu olhei e ali estava meu namorado, Travis [Browne], lutador do UFC, e pensei: preciso ter os bebês desse cara. Preciso ficar viva“, concluiu.

Relembre, a seguir, como Ronda passou de heroína a vilã em um nocaute.

Campeã do UFC, bonita, dona de uma legião de fãs e arrasadora de adversárias no MMA, a norte-americana Ronda Rousey sempre foi vista como um dos grandes exemplos no esporte feminino, mas passou de heroína a vilã em apenas um noite…

Mais do que isso, bastou alguns golpes da adversárias Holly Holm para a até então campeão perder não só o cinturão dos peso-galo feminino do UFC, mas também a simpatia de muita gente.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: R7

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App