Desde sexta-feira, 30 de janeiro, a estrada que fica atrás de Zanderij em direção Oeste do Suriname, reabriu ao tráfego de cargas.

Devido a situação precária da estrada, uma parte da estrada foi fechada para o tráfego de caminhões com peso acima de 4 toneladas.

Publicidade

O comissariado do distrito Para ainda está trabalhando continuamente no recondicionamento da estrada. “O objetivo é tapar todos os buracos da estrada e, em seguida, igualar a estrada ” disse Sherwin Pique do comissariado.

Os capitães das aldeias Tibiti, Bigi Poika e Pikin Saron apreciam a importância econômica dos transportadores de cargas, e foi por isso que eles todos concordaram com a abertura provisória da estrada. Como condição da abertura da estrada a carga não pode ser superior a 20 metros cúbicos, o que exige uma autorização de isenção do comissário e deve ser imediatamente interrompida se começar a chover novamente.

Estas condições devem ajudar a manter a atual condição da estrada. “As comunidades das aldeias indígenas dependem da estrada e temos  que garantir que a estrada continue trafegável. Alunos, homens e mulheres que trabalham e estudam precisam diariamente usar a estrada para chegar ao seu destino fora dessa área “, disse Pique.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar