spot_img
spot_img

Robert Péneux acusa professores relutantes de boicotar projeto ”Naschoolse Opvang”

Atualizado há

De acordo com o diretor de educação Robert Péneux, as críticas provenientes dos professores insatisfeitos com o projeto ”Naschoolse Opvang” têm uma conotação política.

“É uma ação do ponto de vista político da oposição. Estão apenas tentando boicotar o processo para manchar a política”, disse Péneux. Ele não especificou de que partido estão partindo essas críticas.

Ernesto Muller, representante dos professores, rejeita essa acusação. “Isso é um assunto sério que tem a ver com a vida dos professores.”

- Publicidade -

Segunda-feira, dia 10 de novembro, o presidente Ronald Hooghart, da Federação de Organizações de Serviços Civis (Centrale Landsdienaren Organisaties CLO) será convocado para a mediação na disputa entre os professores e o (Minov). Esses são os professores que por várias razões se recusaram a ajudar o projeto ”Naschoolse Opvang”.

Segundo o diretor de educação, o projeto Naschoolse Opvang, terá início na segunda-feira, dia 10 de novembro. “Eu já tinha dito que todos os professores que tinham problema poderiam enviar para mim uma carta me indicando qual era a situação, mas até agora ninguém mandou.”

Péneux indica que 1900 professores estão dispostos a prestar os seus serviços. A lei será aplicada aos professores relutantes.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App
%d blogueiros gostam disto: