A aeronave caiu logo após a decolagem. Dois sobreviventes estão internados.

Um pequeno avião caiu na Amazônia equatoriana nesta quarta-feira, causando a morte de cinco de seus sete ocupantes, incluindo o piloto – informou o diretor da Aviação Civil do Equador, Roberto Yerovi, e a imprensa em Quito. A aeronave caiu quando voltava da localidade de Sarayacu, situada a 200 quilômetros ao sudeste de Quito, onde uma delegação ministerial participava de ato oficial junto com os índios sarayakus.

Publicidade

Não havia ministros entre os ocupantes. Segundo Yerovi, o piloto e quatro passageiros morreram, entre eles uma mulher. Um homem e uma menina sobreviveram. Uma das vítimas é o fotógrafo Paul Navarrete. Colaborador da agência France-Presse, Navarrete “estava na localidade amazônica para realizar um trabalho jornalístico”, destacou o site do jornal El Universo.

A aeronave cobria a rota entre Sarayacu e o povoado de Shell, na província de Pastaza. Aparentemente, uma falha no motor teria causado o acidente, no momento em que o avião decolava, declarou Yerovi. “Os dois sobreviventes estão no hospital. Foram levados para Shell”, perto de Puyo, capital de Pastaza, acrescentou o diretor. A ministra equatoriana da Justiça, Ledy Zúñiga, que liderou a delegação do governo que se reuniu com os indígenas, declarou-se abalada com o acidente e manifestou suas condolências aos familiares das vítimas.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: AFP

Comentar

Comentar