Banco Central também é alvo.

A Associação de Professores (BvL) e a Aliança de Professores no Suriname (ALS) convocaram a categoria para um protesto nesta segunda-feira, dia 17, a partir das 10h. O motivo é a crise econômica do Suriname e a situação atual da reserva de caixa do Banco Central.

O Ministério da Educação, Ciência e Cultura emitiu uma nota, assinada pela titular da pasta, Lillian Ferrier, informando que as unidades escolares estarão abertas ao longo do dia de hoje. “É importante para ela que os alunos tenham a oportunidade de seguir a educação”, disse.

Publicidade

Ainda de acordo com Lilian, caso as escolas estejam fechadas por quaisquer motivos, inclusive o protesto, o governo deverá tomar as medidas cabíveis e punir os responsáveis. “Se parecer que as escolas estão fechadas, as medidas disciplinares não serão adiadas”, anunciou a ministra.

Foto: Arquivo LPM News

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar