spot_img
spot_img

Primeiros meses do ano serão difíceis para maioria dos cidadãos no Suriname

Atualizado há

A previsão foi feita pelo presidente da Associação de Comerciantes e consumidores do Suriname.

De acordo com Raymond Hasnoe, presidente da associação, os meses de janeiro e fevereiro serão os mais difíceis e todos são aconselhados a economizar ainda mais.

“O mês de janeiro vem logo depois de dezembro que termina carregado com a pressão de muitos gastos onde muitos esqueceram por algum momento a realidade que a economia do Suriname está atravessando”, disse Albert Alleyne, Presidente da Associação de Consumidores do Suriname.

- Publicidade -

Ambos declararam que o melhor a fazer nestes primeiros dois meses do ano é ser cauteloso com os gastos e continuar economizando principalmente no consumo de eletricidade e água. Estes dois serviços públicos vão exercer enorme pressão nas contas dos cidadãos por conta do aumento nas tarifas previstos para o início deste ano.

De acordo Hasnoe, a esperada recuperação nas vendas dos varejistas não se materializou em dezembro e as vendas caíram ainda mais por causa dos aumentos no preço do combustível, água e energia que levaram o consumidor a gastar menos nas compras de natal.

Albert tem a nítida sensação de que o consumidor tem sido modesto em gastar dinheiro e sua organização vai continuar a educar os consumidores sobre o planejamento e o controle financeiro.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App