A energia continua sendo uma prioridade estratégica para todos os países da CARICOM, de acordo com o presidente Chandrika Persad Santocchi. O chefe de estado do Suriname falou nesta terça-feira (29) – o dia de abertura do Fórum de Energia Renovável Regional e do Suriname de três dias no Ballroom Torarica – como presidente da Caricom. 

O Presidente Santokhi observa que a região enfrenta desafios imprevisíveis devido a um clima cada vez mais deteriorado, tensões políticas internacionais contínuas e economias enfraquecidas. Como exemplo, ele cita os preços instáveis ​​do petróleo, que bateram recordes neste ano.

Portanto, é uma prioridade desacoplar as economias da região dos combustíveis fósseis importados, que oferecem mais de 80% das necessidades energéticas da região. O presidente observou que o Suriname tem sorte de ser independente de energia e gerar sua própria eletricidade. Como presidente da CARICOM, o presidente Santokhi está comprometido em priorizar a agenda de energia da região.

O presidente Santokhi indica ainda que a região está comprometida com a transformação para economias livres de carbono. No entanto, o financiamento da transição energética continua a ser uma questão crucial para os Estados-Membros. Há uma necessidade de mecanismos de financiamento inovadores que sejam adequados, baratos e acessíveis para pequenos mercados de energia dentro da Caricom. 

Comentar

Comentar