spot_img
spot_img

Presidente da França visita Guiana Francesa e vai debater relação com Suriname e Brasil

A visita tem como objetivo reafirmar o compromisso do Estado em garantir a segurança da região e fortalecer as relações com países vizinhos, como o Suriname e o Brasil.

Atualizado há

- Publicidade -

CAIENA – O Presidente da República Francesa, Emmanuel Macron, desembarcou na Guiana na segunda-feira para uma visita de dois dias, marcando sua primeira viagem a um departamento ultramarino desde o início de seu segundo mandato de cinco anos. A visita tem como objetivo reafirmar o compromisso do Estado em garantir a segurança da região e fortalecer as relações com países vizinhos, como o Suriname e o Brasil.

A chegada de Macron à Guiana foi marcada por um evento na Place des Palmistes, em Caiena, em frente ao monumento dedicado a Felix Éboué, onde foi recebido com uma tradicional recepção republicana. Esta visita não só destaca a importância estratégica da Guiana para a França, mas também ressalta os desafios enfrentados pela região, especialmente em termos de segurança.

Partes da Guiana têm sido afetadas por problemas de segurança, incluindo o tráfico de drogas e outras atividades ilícitas. Para combater esses desafios, uma operação recente chamada “Lugar Limpo” foi realizada com sucesso. Esta operação envolveu 50 policiais e 40 policiais contratados diariamente, resultando na apreensão de 8,5 quilos de drogas e no controle de mais de dez mil pessoas.

- Publicidade -

Durante sua estadia na Guiana, Macron enfatizou o compromisso do governo francês em garantir a segurança dos habitantes locais e combater o crime organizado na região. Além disso, a visita também serviu como uma oportunidade para fortalecer os laços diplomáticos e de cooperação com os países vizinhos, particularmente o Suriname e o Brasil.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App
%d blogueiros gostam disto: