spot_img
spot_img

Presidente da França se junta a Chan Santokhi e também não vai participar da Cúpula da Amazônia, em Belém

O convite havia sido feito pelo presidente Lula, devido à Guiana Francesa, território do país europeu, abrigar uma parte da floresta amazônica.

Atualizado há

Após o presidente do Suriname, Chan Santokhi, confirmar sua não participação, o presidente da França, Emmanuel Macron, também informou nesta quinta-feira (3) que não estará presente na Cúpula da Amazônia. O convite havia sido feito pelo presidente Lula, devido à Guiana Francesa, território do país europeu, abrigar uma parte da floresta amazônica.

Na quinta-feira (02), o Itamaraty havia confirmado a presença de Macron no evento que ocorrerá nos dias 8 e 9 de agosto em Belém. No entanto, hoje o presidente francês declinou do convite, gerando incômodo no Ministério das Relações Exteriores.

Em entrevista coletiva, o presidente Lula enfatizou a importância de Macron conhecer a Amazônia pessoalmente e entender a realidade do povo ribeirinho e dos indígenas que habitam a região. O governo brasileiro considera a Cúpula da Amazônia um evento crucial na agenda das relações exteriores.

- Publicidade -

Até o momento, o presidente francês não indicou nenhum representante para participar do evento. O governo está desconfiado de que ele poderá enviar alguém de baixo escalão do governo francês para representá-lo. A ausência de Macron na Cúpula da Amazônia levanta questionamentos sobre o envolvimento da França em questões relacionadas à preservação e sustentabilidade da Amazônia.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App