Foto: Polícia Civil
Publicidade

A Polícia Civil do Amapá prendeu um homem suspeito de ser pistoleiro em uma organização criminosa, com atuação em todo o estado, inclusive na região de fronteira do Brasil com o Suriname e a Guiana Francesa. O homem foi detido no município de Oiapoque, a 590 quilômetros de Macapá.

A prisão fez parte da operação Hórus, que combate crimes como tráfico de drogas, tráfico de pessoas, de armas, crimes ambientais e garimpo ilegal no município. Ao todo, foram cumpridos 4 mandados, sendo dois de busca e apreensão e dois de prisão. Um quinto de prisão não foi cumprido.

Publicidade

O suposto pistoleiro foi preso na própria casa, um outro suspeito já estava detido no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen) por outro crime e o terceiro procurado fugiu para região de garimpo, informou a Civil. De acordo com o delegado Charles Côrrea, responsável pela operação nesta quinta, todos os investigados seriam pistoleiros integrantes de organizações criminosas do estado.

Eles estariam envolvidos num homicídio ocorrido em janeiro. A investigação foi conduzida pelo delegado Átila Rodrigues.”Conseguimos prender um suposto pistoleiro dessa facção criminosa que atua no Amapá, notadamente na fronteira franco-brasileira”, disse Corrêa.

Ainda no âmbito da operação Hórus, dia 8 de julho, a Civil apreendeu porções de cocaína em uma embarcação que viajava para Vila Brasil e Ilha Bela, comunidades ribeirinhas do município de Oiapoque. Na ocasião, dois homens foram presos por estarem com as drogas.

Comentar

Comentar