Um vídeo, que viralizou nas redes sociais, acabou resultando em prisão no Suriname, em Zanderij. Saskia K., de 31 anos, foi encontrada nesta sexta-feira, dia 26, em sua casa, e acabou sendo encaminhada à polícia. Ela é acusada de abusar da filha e mantê-la com os pés e mãos amarrados.

Publicidade

A denúncia chegou aos policiais, que acabaram abrindo uma investigação. A vítima tem 10 anos. Exames médicos, no entanto, não demonstraram ferimentos graves na criança. Em depoimento, Saskia disse que a perdeu o controle ao ouvir que a filha amava o pai, seu ex-marido.

Após gravar o abuso, a mãe ainda enviou o vídeo ao pai. O Ministério Público do Suriname determinou a prisão preventiva da acusada até que as investigações sejam concluídas. Saskia vai responder pelo crime de violência doméstica e lesão corporal. O caso segue sendo monitorado.

Foto: Arquivo LPM News

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar