Golpe era praticado em uma rede social.

A polícia do Suriname prendeu uma mulher acusada de estelionato nesta quarta-feira, dia 4, em Wanica. Shivannie M., de 24 anos, se passava por Victoria Group nas redes sociais para aplicar golpes. Ela se dizia funcionária do departamento de recursos humanos que fazia a seleção para o aeroporto de Zanderij.

Para participar do processo seletivo, as pessoas precisavam entregar uma declaração de nacionalidade, um extrato, fotos de passaporte, livro de vacinação contra febre amarela, cópia de diplomas e o valor de SRD 150. O golpe funcionou entre os meses de janeiro e fevereiro deste ano.

Publicidade

Shivannie, na verdade, chegou a trabalhar como vendedora em uma loja de varejo no aeroporto, mas nunca integrou o corpo administrativo. O Ministério Público do Suriname denunciou a acusada pelo crime de estelionato. Ela seguirá presa até o encerramento das investigações.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar