— Foto: Luiz Paulo
Kenneth Amoksi — Foto: Luiz Paulo

Dois homens confessaram participação na morte de Randjiet Kisoensingh, de 59 anos, e acabaram presos pela polícia do Suriname, informou o ministro Kenneth Amoksi, em coletiva de imprensa nesta quinta-feira, dia 3. Os acusados foram interrogados pelo Departamento de Crimes da Capital.

O crime aconteceu no dia do Srefidensi. A vítima teria entrado em briga corporal com os bandidos antes de ser esfaqueado. Um celular e cerca de SRD 500 foram levados. A polícia trata o caso como latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Kisoensingh morreu ainda no local.

Comentar

Comentar