Polícia do Suriname lança campanha para conscientizar a sociedade sobre o tráfico de pessoas

A autoridade policial do Suriname começou o ano de 2019 com uma abordagem mais intensiva contra tráfico de pessoas (tráfico de seres humanos). 

Com este objetivo, foi elaborado um plano de ação que foi apresentado ao Ministro da Justiça e Polícia, Stuart Getrouw, na última sexta-feira (8).

Ao mesmo tempo, foi iniciada uma campanha para conscientizar a sociedade sobre o tráfico de pessoas com o objetivo de envolver os cidadãos na luta contra essa forma de crime. “O fato de as condenações por esse tipo de crime não serem numerosas não significa que nenhum progresso tenha sido feito na luta contra o tráfico de pessoas”, disse Lucretia Redan, diretora de Serviços Operacionais da Corpo de Polícia do Suriname (KPS).

Redan liderou o grupo de trabalho interdepartamental que compilou o Plano de Ação Nacional Contra O Tráfico de Pessoas 2019 e acrescentou que a política que agora foi formada é mais focada em uma melhor proteção das vítimas. O plano de ação também se concentra na prevenção, na qual todos os segmentos da sociedade, incluindo cidadãos, mídia, ONGs, indústrias e agências governamentais podem contribuir para a prevenção, controle e redução do tráfico de seres humanos que é caracterizado pelo comércio de seres humanos, mais comumente para fins de escravidão sexual, trabalho forçado ou exploração sexual comercial.

“Com o início da campanha, as investigações sobre tráfico de pessoas em lugares como bordéis, casas de massagem e outras atividades serão intensificadas”, afirmou o ministro da Justiça e Polícia, Stuart Getrouw.

Deixe o seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar