spot_img
spot_img

Polícia confirma a morte de menina de 4 anos que estava desaparecida no Suriname

Atualizado há

De acordo com um comunicado emitido pela ministra da Justiça e Polícia (JUSPOL) neste sábado, 11 de março, a menina Rahana Pierre, de 4 anos de idade, que estava desaparecida com sua irmã foi encontrada morta na floresta.

Jennifer van Dijk-Silos (Foto: Luiz Paulo)
Jennifer van Dijk-Silos – JUSPOL (Foto: Luiz Paulo)

O caso ganhou grande repercussão desde que as duas irmãs desapareceram no início do mês de março e a ministra Jennifer van Dijk-Silos, da Justiça e Polícia confirmou neste sábado que o corpo de Rahana foi encontrado pela equipe de busca da polícia na floresta não muito longe do local onde as duas meninas desapareceram.

O relatório preliminar da liderança policial divulgado no site da KPS, informou que a irmã mais velha, Cindy Pierre, de 7 anos de idade apareceu derrepente por volta das 16:00 hs deste sábado na área atrás da escola da aldeia em Alfonsdorp. Cindy ao ser encontrada por um morador foi entregue a polícia e disse que sua irmã mais nova estava na floresta com os olhos vendados. Em seguida, unidades do Exercito nacional e da polícia, entraram na mata e encontraram o corpo de Rahana cerca de um quilometro de distancia da escola embaixo de uma árvore.

- Publicidade -

A ministra da Justiça e Polícia informou ainda que a menina de 7 anos de idade que foi encontrada viva foi levada imediatamente para o Hospital Acadêmico de Paramaribo para exames médicos que vão comprovar se a menina sofreu algum tipo de abuso. A ministra salientou em seu comunicado que estas são informações preliminares e que as investigações a partir de agora vão trazer novas revelações sobre o desaparecimento das duas crianças.

Rahana e Cindy estavam desaparecidas desde o dia 4 de março depois que a avó mandou as duas meninas para a casa de parentes que fica a cerca de 40 metros de distancia da casa da avó. Ao perceber a ausência das meninas por mais de uma hora, a família comunicou o fato a polícia. O jornal LPM NEWS estará voltando a qualquer momento com mais informações de acordo com o desenrolar das investigações.

Foto: KPS

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App