spot_img
spot_img

Pequenos comerciantes não são responsáveis pela alta do dólar no Suriname

Atualizado há

A Associação de lojistas do Suriname se defende da acusação feita pelo CBvS esta semana de que pequenos comerciantes são responsáveis pela escalada da moeda americana no país.

Na edição do dia 6 de abril, o portal de notícias LPM NEWS publicou um comunicado de imprensa onde o CBvS coloca os pequenos varejistas como os principais responsáveis pela crise no câmbio. (Veja matéria “Terceiro leilão de moedas fecha com dólar americano em alta“)

WOVS1A Associação de varejistas e pequenos comerciantes (WOVS), respondeu nesta quinta-feira, 7 de abril, dizendo que o governo quer se eximir da responsabilidade e achar um culpado para a atual crise econômica no Suriname.  “Os pequenos varejistas não são a causa da atual crise econômica no país”, disse o presidente da Associação em resposta as acusações de que os varejistas seriam a causa da alta do dólar.

- Publicidade -

“A taxa de mercado negro é mantido artificialmente por especuladores, que se beneficiam da alta taxa do mercado negro. A WOVS parabeniza a medida do Ministério do Comércio e da Indústria, que congelou os pedidos de novas licenças para lojas e supermercados em Paramaribo, apesar de que o esperado diante das atuais condições econômicas é que muitos lojistas e pequenos comerciantes tenham que fechar suas portas, mas concordamos que é preciso um planejamento para organização do setor. Também é preciso considerar que os dólares recebidos pelos lojistas não vão para a China. A moeda estrangeira é usada pelos comerciantes para pagar aluguel, empréstimos bancários e produtos importados cujos valores são pagos em dólar”, explicaram os diretores da WOVS.

“Os comerciantes chineses investem seus recursos em moeda estrangeira aqui abrindo lojas de roupas, calçados e supermercados em diversos bairros carentes. Os comerciantes e pequenos empresários contribuem pagando impostos para os cofres do Estado e gerando emprego e renda para muitas famílias, por isso estamos indignados com esta afirmação feita pelo CBvS e usamos do nosso direito de defesa para repudiar esta acusação”, afirmou o presidente da Associação de lojistas e pequenos comerciantes do Suriname.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App