spot_img
spot_img

Pastor famoso processa fiel por assédio e perseguição

Leonardo Sale mostrou prints das mensagens enviadas pela cristã, que se diz apaixonada e revela seus fetiches com o pastor.

Atualizado há

RIO DE JANEIRO – O pastor e líder da Igreja Apostólica Templo de Milagres (IPTM), Leonardo Sale, relatou estar passando por uma perseguição incessante de uma fiel que o assedia constantemente. Em janeiro deste ano, o pastor expôs a situação em suas redes sociais, mostrando uma série de stories para seus mais de 3 milhões de seguidores, onde flagrava uma das abordagens da mulher que o persegue tanto nas redes sociais quanto nas ruas.

Leonardo Sale entrou com um processo no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, na Barra da Tijuca, solicitando uma indenização de R$ 50 mil reais por danos morais contra Jéssica do Amaral Esthel. No Instagram, ele compartilhou um stories que mostrava o momento do encontro com a mulher. “Eu indo para BH, e olha quem tá aqui atrás de mim, a mulher que manda mensagem pra mim, eu já não sei mais o que fazer, tá? Em nome de Jesus minha irmã, eu sou casado, eu tenho…”, desabafou o pastor enquanto filmava Jéssica, que retrucou: “Você vai me expor de novo?”. “Eu vou lhe expor quantas vezes quiser, isso não se faz”, respondeu ele.

Nos stories, Leonardo Sale também expôs prints das mensagens enviadas pela mulher, que se diz apaixonada e revela seus fetiches com o pastor. As mensagens incluem declarações como: “Uma vontade absurda, amor, de passar a noite te amando e sendo amada por você. Você não sai da minha cabeça e do meu coração. Te amo, meu amor. Eu quero te ver, e quero sentir seu cheiro, te beijar, só de pensar em nós eu já estou molhada. Tenho sonhado com nós dois na cama.” Em outras mensagens, a perseguidora é ainda mais ousada: “Quero tomar leite.”

- Publicidade -

Segundo o pastor, a suposta perseguidora mora na Itália. Ela teria conhecido o religioso durante uma turnê dele pela Europa e, desde então, estaria monitorando a agenda dele para abordá-lo pessoalmente. Ainda segundo o pastor, ela teria ido a eventos, inclusive frequentando sua igreja.

A situação tem gerado grande repercussão entre os seguidores de Leonardo Sale, que expressam apoio ao pastor e condenam o comportamento da mulher. O caso segue em análise pela Justiça, enquanto o pastor busca proteção contra a perseguição que tem afetado sua vida pessoal e profissional.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App