Para pontífice, conflitos mostram disputas por dominação de povos. 
Ele viaja nesta quarta para Cracóvia, na Polônia.

Papa Francisco falou com repórteres durante seu vôo para a Polônia, nesta quarta-feira (27) (Foto: AP Photo/Gregorio Borgia)Papa Francisco falou com repórteres durante seu vôo para a Polônia, nesta quarta-feira (27) (Foto: AP Photo/Gregorio Borgia)

O Papa Francisco disse na quarta-feira (27) que a série de ataques recentes, incluindo o assassinato de um padre na França, é a prova de que o “mundo está em guerra”. No entanto, ele destacou que culpar a religião por isso não é responsável, segundo a Reuters.

Publicidade

Para o pontífice, os conflitos são motivados pela disputa pela dominação de povos e por interesses econômicos. As declarações foram dadas a bordo de um avião que o levará à Polônia. Ele participará da Jornada Mundial da Juventude, na Cracóvia.

Na Polônia, a agenda de Francisco é extensa, segundo a Efe. Ele vai celebrar a missa no santuário de Jasna Góra, em Czestochowa, e visitará ao santuário da Divina Misericórdia .

Em seguida participará dos eventos relacionados com a JMJ como a Via-Sacra, a vigília e a missa final com os jovens.

Na sexta-feira (29), como já fizeram João Paulo II e Bento XVI, percorrerá em silêncio os campos de extermínio nazista de Auschwitz e Bikernau, onde se encontrará com alguns sobreviventes.

Fonte: G1

Comentar

Comentar